20 Abril, 2024

Por Portugal, lutaremos!

© Folha Nacional

Mais cedo ou mais tarde, na vida de todas as grandes nações, chega o derradeiro momento de decisão, o momento de inverter o rumo e caminhar em direção a um novo destino.

Um destino que nos foi roubado quando os medíocres subiram ao poder e os ladrões tomaram conta das nossas carteiras, mentindo-nos dia após dia, uma e outra vez, ou como a culpa é nossa por trabalharmos pouco, ou por não gastarmos o suficiente ou então por não termos mais poupanças, quando são eles que nos roubam os frutos do trabalho e a única coisa que nos podem acusar é de não termos tido a coragem para os pormos na rua mais cedo, esse sim o nosso grande e único defeito!

Mas como é hoje cada vez mais claro, os portugueses já começaram a deixar de lado a classe política incompetente e com coragem decidiram seguir aqueles que caminham em frente com o propósito de cumprir Portugal. Agora, que deixem aqueles que ousam a seguir-nos a juntarem-se à nossa luta, sem intimidações ou perseguições, sem insultos ou ataques. 

Acabou o tempo de termos medo de dizer o que pensamos ou o que sentimos, não é o governo que nos vai dizer como devemos pensar e certamente não serão eles a definir aquilo que está certo ou errado, nem eles nem quem quer que seja que decida aparecer sabe-se lá de onde e de Bruxelas se ponha a dar ordens ou lições, quando muito lutámos pela nossa independência e jamais dela abdicaremos. Não será agora nem nunca que nos subjugaremos! 

Acusam-nos de sermos racistas, xenófobos e extremistas, mas na realidade estão a acusarem-se a eles próprios, a acusarem-se de serem corruptos, incompetentes e desonestos, pois foram esses que o CHEGA! veio combater e são eles que se afetam, revelando aquilo que verdadeiramente são e deixando à vista de todos que é o CHEGA a única ameaça aos seus interesses imorais e corruptos. 

Somos o partido mais perseguido na nossa história democrática, mas com isto não se aflijam, pois só comprova que lutamos do lado certo e não restam já dúvidas de que viemos mesmo para ficar. Eles bem nos tentam quebrar, mas saímos mais fortes e mais unidos no propósito de salvar Portugal e mostrar aos portugueses que aqui encontrarão um partido que deles não desiste, nem se encolhe perante aqueles que nos querem derrubar. Venha quem vier, tribunais ou jornais, comunistas ou socialistas, permanecemos firmes, sem medo de nada, nem de ninguém!

Temos em André Ventura um líder que nos guiará à vitória, o único capaz de impedir Portugal de tomar o caminho da ruína e de assim regressarmos à glória que ao longo da nossa história sempre procurámos e que com muito suor e sangue sempre alcançámos, não há de ser agora que deixaremos de o fazer.

Por isso, uma vez mais, é-vos pedido a vós, militantes CHEGA!, coragem e nada temam, uni-vos por Portugal, não só pela terra e pela bandeira mas também pelos vossos filhos e netos que herdarão este grande país! Tempos difíceis e trabalhosos se adivinham com as várias eleições que temos pela frente, mas somos o partido dos trabalhadores e dos competentes, por isso estou certo do nosso sucesso neste ano eleitoral. 

Coloquem de lado as desavenças e interesses pessoais, ignorem os maledicentes e velhos do Restelo e foquem-se naquele que é o nosso objetivo e que tão perto estamos de alcançar: inverter o caminho da ruína que estamos a tomar e levantar de novo o esplendor de Portugal, liderados pelo nosso futuro primeiro-ministro, André Ventura.

Somos orgulhosamente Portugueses, nobre povo, valentes, imortais. Pela Fé e pela Pátria, lutaremos! 

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados