13 Abril, 2024

Trump garante nomeação republicana às presidenciais

O ex-presidente dos EUA Donald Trump alcançou na terça-feira o número de delegados suficientes para garantir a nomeação às presidenciais de novembro, ao vencer as primárias Republicanas na Geórgia, Mississippi, Washington e Havai.

© D.R.

 

Trump, de 77 anos, era o único candidato Republicano depois da rival Nikki Haley, ter desistido na semana passada.

Para ser designado como candidato oficial do Partido Republicano, o empresário tinha de conquistar pelo menos 1.215 delegados para a nomeação oficial na convenção republicana, de 15 a 18 de julho em Milwaukee (centro-norte).

Trump, que chegou à noite eleitoral de terça-feira com 1.078 delegados, começou por obter 49 delegados na Geórgia e 28 no Mississippi. Horas mais tarde, venceu as primárias no estado de Washington e garantiu a esmagadora maioria dos 43 delegados, ainda antes da decisão no Havai.

Também o Presidente dos EUA, Joe Biden, alcançou na terça-feira o número de mandatos suficiente para conseguir a nomeação pelo Partido Democrata para disputar as presidenciais em 05 de novembro.

Biden conseguiu a nomeação depois de ganhar os delegados suficientes nas eleições primárias na Geórgia, que elevou o total para 1.968.

A nomeação vai ser oficializada na convenção dos democratas, em Chicago (centro-oeste), entre 19 e 22 de agosto.

Trump e Biden vão voltar a defrontar-se depois do Democrata ter vencido as presidenciais de 2020. O Republicano recusou-se a reconhecer a derrota, alegando irregularidades que levaram apoiantes a invadir o Capitólio a 06 de janeiro de 2021.

As eleições de novembro serão a reedição de uma disputa presidencial, pela primeira vez desde 1956, quando o então Presidente republicano Dwight D. Eisenhower voltou a derrotar o democrata Adlai Stevenson.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados