23 Maio, 2024

Guterres defende “fim da ocupação” e Estado Palestiniano “totalmente independente”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, defendeu hoje o "fim da ocupação" e o "estabelecimento de um Estado Palestiniano totalmente independente", frisando que a comunidade internacional tem a "responsabilidade e a obrigação moral de ajudar" nesse sentido.

©Facebook.com/antonioguterres

 

Num debate de nível ministerial do Conselho de Seguranças das Nações Unidas (ONU) sobre a situação no Médio Oriente e a poucas horas de ser votada a adesão plena da Palestina à ONU, Guterres voltou a defender uma solução de dois Estados, com “Israel e a Palestina a viver lado a lado em paz e segurança, com Jerusalém como capital de ambos os Estados”, com base em resoluções da própria organização, no direito internacional e em acordos anteriores.

De acordo com Guterres, esta é a pré-condição essencial para acalmar as tensões em toda a região e fora dela.

O Conselho de Segurança da ONU vota hoje um projeto de resolução da autoria da Argélia que recomenda a admissão do Estado da Palestina como membro pleno da ONU.

Contudo, os Estados Unidos, membro permanente do Conselho de Segurança com direito de veto, opõem-se à iniciativa pelo reconhecimento unilateral da Palestina e deverão votar contra, impossibilitando a aprovação.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados