22 Abril, 2024

Autoridade marítima pede comportamentos de segurança nas praias no fim de semana

©facebook.com/AutoridadeMaritimaNacional

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) aconselhou hoje a população a adotar comportamentos de segurança nas praias e nas zonas costeiras no fim de semana, para quando se preveem temperaturas acima dos 30 graus.

Em declarações à agência Lusa, o porta-voz da AMN e Marinha Portuguesa, comandante José Sousa Luís, alertou que nesta época do ano as temperaturas são elevadas mas ainda se verifica “um mar de inverno”, apresentando um risco elevado devido aos efeitos da agitação marítima.

Em comunicado, a AMN refere que o mar apresenta também “a sua morfologia alterada pelo efeito da ondulação forte que se verifica normalmente neste período do ano, criando nas praias zonas de fundões, declives acentuados, remoinhos e agueiros que não se encontram sinalizados nesta altura do ano”.

A AMN alerta que a maioria das praias não se encontram vigiadas nesta altura do ano, isto é, não têm o dispositivo de segurança balnear e , por isso, a “resposta a uma situação de socorro poderá ser demorada, pelo que a população deverá ter um comportamento adequado e responsável, não se colocando em situações de risco”.

“O dispositivo para o próximo fim de semana mantém-se, pois já tinha havido um reforço antes da véspera de sexta-feira santa. Para já mantemos o dispositivo e gradualmente vai sendo reforçado até à abertura da época balnear”, disse à Lusa o comandante José Sousa Luís.

O comandante lembrou que a AMN resgatou no fim de semana da Páscoa 33 pessoas em apuros em meio aquático, a maioria devido a agueiros.

“É uma das principais causas dos resgates. Um agueiro é uma corrente que afasta no sentido do areal, muito localizada. Normalmente é uma zona onde não há ondulação ou onde é mais fraca, é uma zona mais escura onde os sedimentos estão em suspensão. Caso alguém seja apanhado num agueiro, não deve entrar em pânico, nem nadar contra a corrente, só se vai cansar e não vai conseguir atingir o areal. Deve manter a calma, nadar paralelamente à costa até sair dessa corrente localizada e depois nadar até ao areal”, explicou.

Face ao bom tempo previsto pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) no fim de semana, a AMN recomenda que se vigie permanentemente as crianças e se evitem comportamentos de risco, como aproximar da água ou caminhar na areia molhada.

Aconselha igualmente a população a que não vir as costas ao mar e que exista sempre uma distância de segurança em relação à linha de água, evitando que se seja surpreendido pelas ondas.

Em caso de situação de perigo dentro de água, a AMN pede que se ligue ao 112.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados