14 Julho, 2024

Bebé de 11 meses morreu em Portimão enquanto aguardava transferência hospitalar

© D.R.

Um bebé de 11 meses morreu na sexta-feira ao final de tarde no hospital de Portimão enquanto aguardava transferência para o hospital de Faro, que estava sem serviço de Pediatria, disse à Lusa fonte oficial.

Segundo fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), quando as equipas se preparavam para transportar o bebé para o hospital de Faro de helicóptero, o seu estado clínico agravou-se, tendo a criança acabado por morrer ao final da tarde.

O INEM esclareceu que recebeu um pedido do hospital de Portimão às 14:18 para transporte de uma criança de 11 meses para uma unidade de cuidados intensivos pediátricos, encontrando-se o bebé “devidamente acompanhado” pelas equipas de Pediatria da unidade de saúde.

“Encontrando-se o hospital de Faro sem Pediatria e com a Ambulância de Transporte Inter-hospitalar pediátrico (TIP) inoperacional por falta de médico do hospital, e a TIP Lisboa ocupada noutra missão de emergência médica, o INEM iniciou depois os procedimentos necessários com vista ao acionamento do helicóptero do Algarve, acionamento este que foi efetivado pouco depois das 15:00”, lê-se numa nota do instituto enviada à Lusa.

Quando chegaram a Portimão, as equipas médicas iniciaram os procedimentos para o helitransporte, mas quando se preparavam para iniciar o voo para Faro “o bebé sofreu um agravamento do seu estado clínico que impediu o transporte e obrigou a equipa a regressar, pelas 17:45, ao hospital de Portimão”.

Segundo o INEM, apesar dos esforços dos profissionais do hospital de Portimão e do instituto, o óbito acabou ocorrer mais tarde.

“O INEM lamenta profundamente o desfecho que a situação veio a conhecer e endereça aos familiares do bebé sinceras e sentidas condolências”, conclui a nota.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados