16 Junho, 2024

Super tufão Doksuri atinge norte das Filipinas e obriga a retirar 12 mil pessoas

© D.R.

O tufão Doksuri atingiu hoje o norte das Filipinas, levando 12 mil pessoas a abandonarem as suas casas e a procurarem abrigos em construções mais seguras ou centros de emergência, informou a agência de notícias France-Presse (AFP).

O tufão provocou ainda a queda de árvores, cortes de eletricidade e chuvas fortes, acrescentou a AFP.

O Doksuri apresentava ventos máximos sustentados de 175 quilómetros por hora, ao passar ao largo da ilha de Fuga, na ponta norte da ilha de Luzon, notou a agência meteorológica filipina num balanço feito às 01:00 (em Lisboa).

Esta agência alertou para “condições violentas e de risco de vida” na região escassamente povoada, afetada por ventos fortes e chuvas intensas.

O super tufão Doksuri atravessou o oceano Pacífico na terça-feira, antes de enfraquecer ao aproximar-se das Filipinas.

Cerca de 12 mil pessoas foram retiradas de casa na província de Cagayan (norte), incluindo 431 nas ilhas Babuyan, na sequência de alertas de marés de tempestades de três metros, disse à AFP Ruelie Rapsing, responsável provincial de gestão de catástrofes.

Foram também registadas inundações nos municípios costeiros de Lallo, Pamplona e Claveria.

O super tufão move-se agora em direção às áreas entre a costa leste da província de Guangdong e a província de Fujian, na China, de acordo com os Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG) de Macau.

Este departamento prevê que o Doksuri entre hoje “na área de vigilância a menos de 800 quilómetros” e, uma vez que o super tufão “tem uma ampla circulação e a intensidade é forte”, será emitido o sinal 1 de tempestade.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, que são emitidos tendo em conta a proximidade da tempestade e a intensidade dos ventos.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados