20 Junho, 2024

“Prometer casas a poucos dias das eleições é de um grande populismo rasca”

O Presidente do CHEGA teceu duras críticas a Miguel Albuquerque, quem acusa de “governar a Madeira como António Costa governa o país”.

© Folha Nacional

A campanha para as eleições legislativas regionais da Madeira está ao rubro. André Ventura tem estado na região autónoma a acompanhar o candidato do CHEGA, Miguel Castro, nas mais diversas ações de campanha.

À margem de uma arruada na Ribeira Brava, na segunda-feira, o Presidente do terceiro maior partido português acusou, em declarações ao Folha Nacional, o atual presidente da Região Autónoma da Madeira – e recandidato do PSD em coligação com o CDS – de levar a cabo uma “flagrante violação dos deveres de neutralidade de quem exerce funções governativas”.

André Ventura referia-se às inaugurações que Miguel Albuquerque tem vindo a fazer durante a campanha eleitoral e que já mereceram as críticas de outros partidos.

Para o líder do CHEGA, “prometer casas e subsídios a poucos dias das eleições é de um grande populismo rasca”, considerando ainda que Miguel Albuquerque “tem governado a Madeira como António Costa governa o país”.

Sobre as declarações do presidente regional da Madeira, que afirmou que se demitirá se não tiver a maioria absoluta, traçando uma linha vermelha para com o CHEGA, André Ventura foi perentório: “Ninguém nos quer como parceiros, o que é bom, porque é sinal de que somos diferentes dos outros partidos e que somos os únicos que queremos realmente uma mudança para os madeirenses e para os portosantenses. O que espero é que Miguel Albuquerque tenha a decência de se demitir, cumprindo o que disse. Espero eu e a população da Madeira e do Porto Santo”.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados