25 Julho, 2024

Navio russo afundado em ataque contra a península da Crimeia

A Ucrânia afirmou hoje ter destruído o navio russo, o “Novocherkassk”, num ataque contra a península ucraniana da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014, um ataque confirmado também pelo Ministério da Defesa da Rússia.

© D.R.

O comandante da Força Aérea Ucraniana, tenente-general Mikola Oleschuk, afirmou que a frota russa é “cada vez menor” e agradeceu aos pilotos da aeronáutica e a todos os envolvidos na operação.

A Força Aérea Ucraniana indicou que o ataque ocorreu quando a aviação tática “atacou com mísseis de cruzeiro o grande navio de desembarque da frota do Mar Negro da Federação Russa “Novocherkassk” na região de Feodosia”, no leste da Crimeia.

“O resultado é visível!”, sublinhou.

Nas imagens publicadas no Telegram é possível ver um grande incêndio no porto.

As Forças de Defesa do Sul da Ucrânia explicaram, em comunicado, que o “Novocherkassk” é um navio construído para a URSS pela Polónia socialista entre 1975 e 1991.

A primeira tentativa de ataque ao navio de desembarque russo ocorreu em 24 de março de 2022 no porto da cidade ocupada de Berdiansk.

“Hoje, o navio foi afundado”, comemoraram também as Forças de Defesa Ucranianas no Telegram.

Já o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que o navio foi atingido numa base na cidade de Feodosia por mísseis guiados lançados por aviões.

O ministério russo contrapôs, apontando que dois caças ucranianos foram destruídos por fogo antiaéreo durante o ataque.

Não há relatos sobre a gravidade dos danos ao navio, mas vídeos mostram um grande incêndio na área portuária.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados