22 Fevereiro, 2024

Sunak em Kiev deve anunciar ajuda de 2,9 milhões de euros

O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, está hoje em Kiev onde deve anunciar um aumento do financiamento militar à Ucrânia da ordem dos 2,5 mil milhões de libras (2,9 milhões de euros), refere um comunicado oficial britânico.

© Facebook/Rishi Sunak

 

 Sunak e o Presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy devem também assinar um acordo de cooperação em matéria de segurança, que inclui a partilha de informações, incluindo na área da cibersegurança além de programas de formação médica e militar.

O novo pacote de ajuda britânico vai ser fornecido ao longo do ano tratando-se da maior ajuda financeira do Reino Unido à Ucrânia desde o início da invasão russa do país, em fevereiro de 2022.

Zelenski tem pressionado os aliados ocidentais para que forneçam ao país mais apoio para repelir os ataques das forças russas, numa altura em que outros conflitos, como o de Gaza, desviaram a atenção mundial em relação à Ucrânia.

“Durante dois anos, a Ucrânia lutou com grande coragem para repelir uma invasão brutal da Rússia”, afirmou Sunak hoje em Kiev.

“A Ucrânia continua a lutar, sem hesitar na determinação em defender o seu país e em manter os princípios da liberdade e da democracia”, sublinhou o líder conservador britânico.

“Estou aqui hoje com uma mensagem: o Reino Unido também não vai hesitar. Estaremos ao lado da Ucrânia, nas horas mais sombrias e nos tempos melhores que se avizinham”, afirmou.

A primeira visita de Sunak à Ucrânia realizou-se em novembro de 2022, poucas semanas depois de ter assumido o cargo como chefe do Executivo.

A atual deslocação de Sunak à capital ucraniana não foi divulgada antes por motivos de segurança.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados