23 Fevereiro, 2024

Donald Trump vence convenção republicana no Nevada

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump venceu na quinta-feira, no Nevada (oeste), a convenção republicana, conhecida como ‘caucus’, após ter sido o único dos principais candidatos a participar.

©facebook.com/DonaldTrump

 

Trump conseguiu 97,6% dos votos e garantiu assim o apoio dos 26 delegados do Nevada, num modelo de escolha presencial e mais informal em que contou apenas com a oposição de Ryan Binkley, um quase desconhecido pastor do estado do Texas (centro-sul), que obteve 2,4%.

Os meios de comunicação social norte-americanos anunciaram a vitória de Trump apenas uma hora depois do encerramento das assembleias de voto no Nevada, às 19:00 (03:00 de hoje em Lisboa).

Para conseguir a nomeação, o empresário de 77 anos tem de conseguir o apoio de 1.215 delegados estaduais, algo que poderá conseguir a 05 de março, dia conhecido como “Super-terça-feira”, devido às eleições primárias num grande número de estados.

Os delegados são membros do partido, ativistas e funcionários eleitos que votam nas convenções nacionais do partido para selecionar formalmente o candidato às presidenciais.

A outra candidata principal, a antiga embaixadora norte-americana junto da ONU Nikki Haley, optou por não participar no ‘caucus’ do Nevada, advogando que o processo eleitoral foi alvo de manipulação para beneficiar Donald Trump.

Os aliados de Trump no Partido Republicano do Nevada foram a tribunal, que reconheceu o modelo de ‘caucus’, mas não aboliu o modelo das primárias, que permitem outras formas de participação, nomeadamente o voto por correspondência.

A justiça não definiu como o partido distribui os delegados, o que permitiu à fação dominante no estado, que apoia Trump, conseguir que os delegados continuem a ser escolhidos pelo ‘caucus’.

A campanha de Nikki Haley criticou as novas regras partidárias estaduais e recusou-se a pagar a taxa de 55.000 dólares (cerca de 51.000 euros) para competir no ‘caucus’, optando, em vez disso, por cumprir a lei estadual e participar nas primárias do Nevada.

No entanto, a opção “nenhum destes candidatos” foi a mais votada pelos eleitores republicanos nas primárias do Nevada, um resultado embaraçoso para Nikki Haley, que ficou num distante segundo lugar.

Os legisladores do Nevada acrescentaram “nenhum destes candidatos” como uma opção em todas as disputas estaduais após o escândalo de Watergate, como uma forma de garantir a participação dos eleitores que estão insatisfeitos com os candidatos apresentados.

“Nenhum destes candidatos” não pode ganhar um cargo eletivo, mas ficou em primeiro lugar nas primárias para o Congresso em 1976 e em 1978.

Também terminou à frente de George Bush e Edward Kennedy nas primárias presidenciais do Nevada, em 1980, para os seus respetivos partidos.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados