19 Abril, 2024

Pelo menos 74 detidos em ações de protesto contra Putin

Pelo menos 74 pessoas foram detidas hoje em 17 cidades na Rússia, no terceiro e último dia da votação das eleições presidenciais, de acordo com várias organizações não-governamentais (ONG).

© D.R.

 

As detenções foram realizadas em 17 cidades em todo o país, incluindo Moscovo, segundo dados citados pela agência de notícias espanhola EFE, que apontam para 19 detenções na capital, Moscovo, a que se somam 29 pessoas em Kazan, a capital do Tartaristão, entre outras. O número deve crescer ao longo do dia.

Na capital, um casal foi detido por usar uma tarja com citações de George Orwell, autor do livro “1984”, e noutros locais foram também feitas várias detenções no âmbito do protesto “Meio-dia contra Putin”, que levou os opositores a esperarem pelas 12:00 locais para se dirigirem às mesas de voto, num protesto que decorreu também noutras cidades estrangeiras, incluindo Lisboa.

Os organizadores da campanha – apoiada pela viúva do opositor russo Alexei Navalny (que morreu na prisão em fevereiro), Yulia Navalny, e pelo bilionário Mikail Jodokovski – também apresentaram outras opções de protesto, como inutilizar o boletim de voto ou escrever vários nomes, incluindo o de Navalny.

O protesto internacional “Meio-dia contra Putin” convida os cidadãos russos, na Rússia e no resto do mundo, a deslocarem-se às respetivas assembleias de voto às 12:00 “para expressarem uma posição coletiva contra a atual situação política”.

Vladimir Putin está no poder desde 2000 e pretende garantir um quinto mandato presidencial, depois de também ter ocupado o cargo de primeiro-ministro entre 2008 e 2012.

A participação nas eleições presidenciais da Rússia ultrapassou os 74%, a cerca de seis horas do encerramento dos últimos centros de votação, indicou a Comissão Eleitoral Central (CEC) do país.

Pelas 14:15 (hora local, menos três em Lisboa), a participação estava em 74,09% dos estimados 112 milhões de eleitores, revelou a CEC nos dados mais recentes apresentados até agora.

Nas eleições de 2018, a participação foi de 67,5%.

Os dados hoje divulgados incluem a votação eletrónica remota e a votação presencial.

Segundo as sondagens oficiais, as intenções de voto em Vladimir Putin rondam os 80%.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados