14 Julho, 2024

Morte de funcionários de ajuda humanitária em Gaza “uma tragédia”

A organização não governamental (ONG) World Central Kitchen disse que a morte de quatro trabalhadores internacionais de ajuda humanitária num aparente ataque aéreo israelita na Faixa de Gaza “é uma tragédia”.

© Facebook Israel Reports

 

“Sabemos que membros da equipa da World Central Kitchen foram mortos num ataque das Forças de Defesa de Israel enquanto trabalhavam para apoiar os nossos esforços humanitários de entrega de alimentos em Gaza”, disse a porta-voz da ONG, na segunda-feira à noite.

“Os trabalhadores humanitários e os civis nunca devem ser um alvo”, sublinhou Linda Roth, num comunicado divulgado na rede social X (antigo Twitter) pela organização, fundada pelo ‘chef’ espanhol José Andrés.

O Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, controlado pelo movimento islamita palestiniano Hamas, disse que o ataque matou os quatro funcionários da ONG e um motorista palestiniano depois de terem ajudado a entregar alimentos.

O ataque terá acontecido após as vítimas terem distribuído bens no norte de Gaza, chegados horas antes por via marítima, provenientes do Chipre.

As Forças de Defesa de Israel não fizeram até ao momento qualquer comentário sobre o alegado ataque.

Os navios de ajuda transportaram cerca de 400 toneladas de alimentos e mantimentos num carregamento organizado pelos Emirados Árabes Unidos e pela World Central Kitchen.

A guerra entre Israel e o movimento islamita palestiniano Hamas, em curso há quase seis meses, deslocou a maior parte da população de Gaza e colocou um terço dos habitantes do enclave à beira da fome.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados