22 Junho, 2024

Taxa de desemprego na Alemanha atinge 5,8% em maio, mais 3 décimas em termos homólogos

A taxa de desemprego na Alemanha foi de 5,8% em maio, mais três décimas que no mesmo mês de 2023 e menos duas décimas que em abril, segundo dados divulgados hoje pela agência federal de emprego alemã (BA).

© D.R.

Num comunicado hoje divulgado, a BA precisa que na Alemanha havia 2.723.000 pessoas sem trabalho em maio.

“A retoma da primavera não se concretizou verdadeiramente este ano. O desemprego e o subemprego também caíram em maio, mas não tão fortemente como na maioria dos anos anteriores”, disse Andrea Nahles, presidente do conselho executivo da BA.

O subemprego, que também tem em conta as mudanças na política laboral e a incapacidade de trabalho a curto prazo, em dados corrigidos de variações sazonais, situou-se em 3.549.000 pessoas em maio.

O número de trabalhadores em regime de trabalho a tempo reduzido subsidiado (“Kurzarbeit”) situou-se em 219.000 em março – o último mês com dados reais – após 200.000 em fevereiro e 189.000 em janeiro.

Em maio, 865.000 pessoas receberam subsídios de desemprego, mais 98.000 do que há um ano.

Além disso, 4.021.000 pessoas, ou seja, 7,3% da população ativa, receberam em maio a prestação social básica para candidatos a emprego, mais 82.000 do que em maio de 2023.

Em maio, foram registadas 702.000 vagas na BA, menos 65.000 do que no mesmo mês de 2023.

Entre outubro de 2023 e maio de 2024, 364.000 candidatos a um posto de formação registaram-se nos centros de emprego, mais 9.000 do que no mesmo período do ano passado.

Em maio, 172.000 destes candidatos ainda não tinham encontrado um posto de formação ou uma alternativa.

Ao mesmo tempo, foram registados 469.000 lugares de formação – menos 19.000 do que há um ano – dos quais 254.000 ficaram por preencher.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados