15 Julho, 2024

UE avança com direitos de compensação às importações de carros elétricos chineses

A Comissão Europeia vai impor direitos de compensação provisórios sobre as importações de veículos elétricos provenientes da China, para responder ao que considera “subsidiação injusta” por parte de Pequim para a produção destes automóveis, foi hoje anunciado.

© D.R.

Em comunicado, o executivo comunitário anunciou hoje que a “Comissão impôs direitos de compensação provisórios sobre as importações” destes automóveis, nove meses depois do início de uma investigação à subsidiação estatal de veículos elétricos por parte da China.

Os direitos compensatórios são um tipo de tributação cobrada sobre bens importados para compensar os subsídios concedidos aos produtores desses bens no país exportador, e serão aplicados a partir de sexta-feira, dia 05 de julho.

“Com base na investigação, a Comissão concluiu que a cadeia de valor dos veículos de baterias elétrica na China beneficiam de subsídios injustos, e estão a colocar a ameaçar os produtores de veículos elétricos na União Europeia”, sustentou a Comissão.

Fonte europeia disse à Lusa que a investigação de quase 300 páginas encontrou subsídios governamentais ao longo de toda a cadeia de produção destes automóveis.

Estão aplicadas direitos compensatórios a três produtores chineses: BYD Auto (17,4%), Gelly (19,9%) e SAIC (37,6%).

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados