12 Junho, 2024

Balanço do sismo na Turquia aumentou para 641 mortos também na Síria

©D.R

O último balanço provisório de vítimas do tremor de terra que atingiu o sul da Turquia e o norte da Síria aumentou para 641 mortos sendo que as autoridades alertam que o número pode ser ainda mais grave devido ao grau de destruição.

O tremor de terra, com uma magnitude de 7,8 na escala de Richter ocorreu na Turquia, atingindo a zona de fronteira entre os dois países encontrando-se no local as primeiras equipas de socorro.

Na cidade turca de Adana há registo de muitos edifícios destruídos e no lado sírio centenas de pessoas continuam incomunicáveis.

No norte da Síria estão concentrados mais de quatro milhões de refugiados de guerra.

Fontes médicas na cidade síria de Atmeth referem a chegada constante de feridos aos hospitais.

O abalo ocorreu às 04:17 (01:17 em Lisboa), a 33 quilómetros da capital da província de Gaziantep, no sudeste da Turquia, a uma profundidade de 17,9 quilómetros.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), minutos após o primeiro sismo, outro abalo de 6,7 graus na escala de Richter foi registado a 9,9 quilómetros de profundidade.

Os abalos foram sentidos também no Líbano e no Chipre, segundo correspondentes da agência France–Presse.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados