19 Abril, 2024

PJ apreende 4,2 toneladas de cocaína, uma das maiores apreensões dos últimos anos

©facebook.com/pjudiciaria

A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu nos últimos dias, no Porto de Setúbal, 4,2 toneladas de cocaína vindas da América Latina, naquela que foi uma das maiores apreensões de droga dos últimos anos, informou hoje aquela força policial.

Num comunicado em que fala de “criminalidade altamente organizada e de cariz transnacional”, a PJ explica que a droga, “que apresenta um elevado grau de pureza”, foi transportada até Portugal por via marítima dissimulada num carregamento de bananas em paletes.

A apreensão, através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, foi o resultado da “intensa atividade de recolha de informação” desenvolvida pela PJ, em estreita articulação com as autoridades de outros países e com diversas entidades nacionais, diz-se no comunicado.

A PJ frisa que, em termos de quantidade, esta apreensão é a maior deste ano em Portugal e uma das maiores dos últimos anos.

Com esta apreensão, a PJ diz que conseguiu infligir às organizações criminosas envolvidas “um rude golpe financeiro”, quer ao nível do investimento quer quanto aos “elevadíssimos proveitos do crime” que seriam originados caso a cocaína tivesse chegado ao mercado.

Na terça-feira às 11:30 serão dados mais esclarecimentos na sede da PJ, em Lisboa.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados