29 Maio, 2023

Líder Benfica tenta vencer Braga pela primeira vez e manter FC Porto à distância

©facebook.com/SLBenfica

O Benfica, líder da I Liga de futebol, encontra no sábado um obstáculo maior na luta pelo título, ao receber o Sporting de Braga ainda a sonhar com essa inédita conquista, perante a ameaça do campeão FC Porto.

À 31.ª jornada do campeonato, a equipa lisboeta precisa de vencer o atual terceiro classificado – algo que ainda não conseguiu na época 2022/23 – para manter a vantagem de, pelo menos, quatro pontos sobre o FC Porto, segundo da tabela, que fecha a ronda na segunda-feira, em Arouca, a maior surpresa da prova.

Na primeira volta, o Benfica foi derrotado por categórico 3-0 em Braga e voltou a ‘cair’ no estádio dos minhotos nos quartos de final da Taça de Portugal, no desempate por grandes penalidades (5-4), após empate 1-1 no fim do prolongamento.

O Benfica chegou a dispor de 10 pontos de vantagem sobre o FC Porto, mas desbaratou parte considerável dessa vantagem com duas derrotas seguidas (2-1 na receção ao rival portuense e 1-0 em Chaves), ainda que tenha se tenha reencontrado com os êxitos, sem deslumbrar, nas duas últimas jornadas (1-0, em casa, ao Estoril Praia, e 2-0 no reduto do Gil Vicente).

A dupla ‘escorregadela’ do Benfica permitiu também ao Sporting de Braga reentrar na corrida por um título que nunca conquistou, colocando-se a seis pontos do comandante da I Liga, após uma série cinco vitórias seguidas e de sete nos derradeiros oito jogos, com um ‘respeitável’ empate 0-0 na receção ao FC Porto de permeio.

Se a equipa ‘arsenalista’ se mantiver na senda dos triunfos sairá do Estádio da Luz a três pontos do Benfica, que ainda terá de visitar o Sporting na 33.ª e penúltima ronda, e voltará a ultrapassar o FC Porto no segundo lugar, recolocando os ‘dragões’ sob pressão por um objetivo igualmente relevante: o acesso direto à próxima Liga dos Campeões.

A formação orientada pelo alemão Roger Schmidt deverá apresentar-se na máxima força, depois de o defesa lateral dinamarquês Alexander Bah ter recuperado de lesão, numa partida que assume crucial importância na corrida por um título que escapou aos ‘encarnados’ nas últimas três temporadas.

O treinador germânico espera que o avançado Gonçalo Ramos e o médio João Mário, melhores marcadores da I Liga, com 17 golos (mais um do que o iraniano Mehdi Taremi, avançado do FC Porto), reencontrem a ‘veia goleadora’, após quatro e cinco jogos em ‘branco’, respetivamente.

Foi, precisamente, Taremi que manteve os ‘azuis e brancos’ no encalço do Benfica, ao marcar o golo solitário da vitória na receção ao Boavista na jornada anterior, de grande penalidade, num jogo em que o influente médio colombiano Matheus Uribe completou uma série de cartões amarelos e será uma importante baixa para a deslocação a Arouca.

O defesa central espanhol Iván Marcano foi expulso no dérbi portuense, mas a suspensão será cumprida na quinta-feira, na receção ao Famalicão, em jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, na qual o FC Porto está em vantagem, depois de ter vencido o primeiro confronto por 2-1.

O campeão nacional apresenta-se numa série de bons resultados (exatamente igual à do Sporting de Braga), mas o Arouca, sensacional quinto colocado, não perde em casa há três meses (derrota com o Benfica em 31 de janeiro, por 3-0) e está animado com a perspetiva de poder disputar a Liga Conferência Europa na próxima época.

A quatro pontos de distância do Arouca, o Vitória de Guimarães, que recebe o Vizela, é outro forte candidato às provas continentais, até porque o atual sexto lugar pode também dar-lhe acesso, podendo ainda capitalizar o facto de os perseguidores diretos, Famalicão (sétimo) e Desportivo de Chaves (oitavo) se defrontarem.

O Sporting, quarto classificado, visita no domingo o Paços de Ferreira, penúltimo, e o melhor que lhe pode acontecer é o Benfica ganhar ao Sporting de Braga, o que permitiria reduzir de sete para quatro pontos o atraso para os minhotos, na luta pelo último posto de acesso possível à próxima edição da ‘Champions’.

A quatro jornadas do fim do campeonato, poderá ser conhecida o primeiro clube despromovido ao segundo escalão, situação indesejável em que se encontra o lanterna-vermelha Santa Clara, que ficará confirmada em caso de derrota na receção ao Gil Vicente, aliada a uma vitória do Marítimo sobre o Rio Ave.

Programa da 31.ª jornada:

– Sexta-feira, 05 mai:

Casa Pia – Portimonense, 20:15

– Sábado, 06 mai:

Santa Clara – Gil Vicente, 14:30 locais (15:30, horas de Lisboa)

Boavista – Estoril Praia, 18:00

Benfica – Sporting de Braga, 20:30

– Domingo, 07 mai:

Marítimo – Rio Ave, 15:30

Vitória de Guimarães – Vizela, 18:00

Paços de Ferreira – Sporting, 20:30

– Segunda-feira, 08 mai:

Famalicão – Desportivo de Chaves, 19:00

Arouca – FC Porto, 21:15

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados