12 Junho, 2024

Presidente da Junta de Mouriscas detido por alegados crimes de peculato

© Facebook da Polícia Judiciária

A Polícia Judiciária (PJ) deteve hoje um autarca do concelho de Abrantes pelo crime de peculato e peculato de uso, segundo anunciou em comunicado, tendo a Câmara adiantado tratar-se do presidente da Junta de Freguesia de Mouriscas.

Em comunicado, a PJ refere ter hoje dado “cumprimento a mandado de detenção”, tendo detido um homem de 49 anos, “fortemente indiciado pela prática do crime de peculato e peculato de uso”.

A ação decorre depois de terem sido realizadas “seis buscas na zona de Abrantes”, nomeadamente em Mouriscas, no distrito de Santarém, “tendo sido apreendidos diversos objetos e consistentes elementos de prova sobre os factos objeto da investigação”, pode ler-se na mesma nota.

“O arguido, autarca local, terá utilizado abusivamente meios e funcionários da autarquia em seu proveito ou de terceiros, bem como também se apropriou de diversos bens, pertença da mesma autarquia”, lê-se no comunicado da PJ, que nunca refere qual o autarca ou a autarquia em causa.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, adiantou que o autarca detido pela PJ é o presidente da Junta de Freguesia de Mouriscas, Pedro Matos (PS), afirmando estar surpreendido, nomeadamente “pela forma e pelo conteúdo do que pode estar aqui em causa”.

“Há situações que não merecem outro tipo de apontamento senão dizer que à justiça o que é da justiça, à política o que é da política”, afirmou o autarca socialista.

Manuel Jorge Valamatos, que falava à margem dos festejos do Dia da Cidade, que hoje se assinalam, acrescentou que vai agora “aguardar o desfecho da informação da PJ” e que, “a seu tempo”, serão tomadas outras posições públicas.

O presidente de Junta de Freguesia de Mouriscas, Pedro Matos, foi hoje presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação medidas de coação.

Pelas 17:30 ainda estava a ser ouvido pelo Juiz de Instrução Criminal do Tribunal de Santarém.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados