21 Junho, 2024

DeSantis promete terminar muro na fronteira com o México

©Facebook/RonDeSantisFlorida

O governador da Florida e candidato à corrida presidencial nos EUA pelo Partido Republicano, Ron DeSantis, prometeu  terminar o muro na fronteira com o México que o ex-Presidente Donald Trump tinha prometido construir.

Numa ação de campanha em Hollis, New Hampshire, De Santis garantiu que vai ter sucesso onde Trump – que também concorre nas primárias Republicanas, procurando um segundo mandato – falhou.

De Santis acredita que a questão do controlo da imigração ilegal pode cativar os eleitores Republicanos, mesmo aqueles que estão a 3.200 quilómetros a norte da fronteira EUA-México, como no New Hampshire, no norte da costa leste dos Estados Unidos.

“Na verdade, vamos construir o muro. (…) Muitos políticos fazem promessas grandiosas e depois falham em conseguir resultados reais. Acabou o tempo das desculpas”, disse o governador da Florida, referindo-se à bandeira de campanha eleitoral de Trump, em que tinha prometido construir um muro na fronteira com o México.

O plano de imigração de DeSantis é agora um dos seus principais trunfos da campanha nas presidenciais Republicanas, onde Trump aparece em primeiro lugar nas sondagens, com vantagem sobre todos os outros candidatos, incluindo o governador da Florida.

Nesse plano, DeSantis pede o fim da cidadania por primogenitura, promete terminar o muro na fronteira e garante que vai enviar as forças de segurança para combater os cartéis de droga no México.

O governador da Florida aproveitou o seu comício em New Hampshire para criticar a “cultura de perdedor” do Partido Republicano durante a era de Trump e garante que vai conseguir tirar os Democratas da Casa Branca.

As sondagens indicam que muitos Republicanos influentes permanecem leais a Trump, mas há sinais de que os vários processos judiciais em que o ex-Presidente está envolvido – um deles a ser investigado pelas autoridades federais, sobre a retenção ilegal de documentos confidenciais – podem prejudicar as aspirações do empresário.

Hoje, o líder da maioria Republicana na Câmara de Representantes, Kevin McCarthy, não escondeu os receios sobre uma eventual candidatura do ex-Presidente.

“Ele pode vencer as eleições? Pode. Mas será o mais forte para vencer essa eleição para os Republicanos? Não tenho a certeza”, disse McCarthy.

Hoje, DeSantis tentou tirar proveito do momento agitado que vive a candidatura do seu principal adversário interno, respondendo a perguntas dos seus apoiantes e aproveitando para denegrir a imagem de Trump.

“Ele prometeu secar o pântano de Washington. Não o conseguiu fazer. O pântano está maior do que nunca”, concluiu o governador da Florida, numa referência a uma outra promessa de Trump na campanha eleitoral de 2016.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados