24 Maio, 2024

GNR identificou suspeito de originar fogo na Covilhã

©GNR

A GNR identificou um homem de 59 anos por suspeita de incêndio florestal, no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, fogo que alegadamente teve origem na utilização de um equipamento de corte.

Segundo o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR, a identificação do suspeito foi feita por militares do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Fundão na quarta-feira.

“Na sequência do alerta de um incêndio florestal, os elementos do NPA deslocaram-se de imediato para o local, tendo apurado que o incêndio teve origem enquanto o homem realizava trabalhos num terreno e, a operar um equipamento de corte, provocou a ignição dos combustíveis finos existentes no terreno”, referiu, em comunicado, a GNR.

Adiantam ainda que o incêndio “acabou por se descontrolar e consumiu 23 hectares de área florestal” no concelho da Covilhã.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Fundão.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados