22 Maio, 2024

Espera nas urgências do Santa Maria atingiu seis horas para doentes urgentes

© CM-Odivelas

O tempo de espera nas urgências do Hospital de Santa Maria chegou hoje a seis horas para doentes urgentes rastreados com pulseira amarela, confirmou o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN).

Segundo adiantou a mesma fonte à Lusa, essa situação deveu-se à circunstância de as urgências dos hospitais Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) e Beatriz Ângelo (Loures) terem estado sem receber doentes enviados pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), que, por essa razão, foram encaminhados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Santa Maria.

De acordo com o CHULN, cerca das 18:00 de hoje 28 doentes com pulseira amarela aguardavam para ser atendidos na urgência central do Hospital de Santa Maria, com um tempo máximo de espera a rondar as seis horas.

A Lusa pediu mais esclarecimentos ao INEM, mas ainda não obteve resposta.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados