21 Junho, 2024

Pelo menos seis mortos e 35 desaparecidos em deslizamento de terras na Geórgia

© D.R.

Pelo menos seis pessoas morreram e 35 estão dadas como desaparecidas na sequência de um deslizamento de terras na região montanhosa de Ratcha, no noroeste da Geórgia, divulgaram hoje as autoridades deste país do Cáucaso.

O incidente ocorreu na noite de quinta-feira na zona da estância de Shovi e na altura foram encontradas duas vítimas mortais, informou o Ministério do Interior da Geórgia.

A mesma fonte acrescentou que hoje foram localizados outros quatro corpos, indicando ainda que cerca de 200 pessoas foram retiradas do local com recurso a helicópteros.

O ministro das Infraestruturas georgiano, Irakli Karseladzé, indicou, por sua vez, que 35 pessoas estão dadas como desaparecidas.

“As equipas de socorro ainda estão à procura dos desaparecidos”, disse o ministro.

As autoridades georgianas precisaram que as operações de busca e salvamento mobilizam cerca de 400 bombeiros, socorristas e elementos de diferentes unidades da polícia.

Segundo os cálculos dos especialistas, o deslizamento de terras envolveu mais de cinco milhões de metros cúbicos de terra e rochas.

“Esta é a maior catástrofe natural conhecida na zona ocidental da Geórgia, à exceção do sismo de 1991 na região de Racha”, afirmou o geólogo Merab Gaprindashvili, em declarações aos ‘media’ locais.

De acordo com o perito, o deslizamento de terras foi provocado pelas chuvas torrenciais ocorridas nos últimos dias, situação que foi agravada pelo degelo de dois glaciares na cordilheira do Cáucaso, perto de Shovi.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados