24 Abril, 2024

Incêndio de Odemira com perímetro estabilizado mas dois pontos críticos

© D.R.

O trabalho efetuado durante a noite de hoje no combate ao fogo rural que deflagrou no sábado em Odemira permitiu uma “estabilização do perímetro do incêndio”, mas há ainda dois pontos críticos a motivar preocupação, segundo a Proteção Civil.

“Mantemos dois pontos críticos: um a norte, na zona de Defeira, que inspira muita preocupação, e também a sul, na frente virada a Monchique”, disse o comandante regional de Emergência e Proteção Civil do Alentejo, José Ribeiro, num ponto de situação aos jornalistas cerca das 09:30, no posto de comando em São Teotónio, freguesia onde o fogo teve início, na zona de Baiona.

Estes dois pontos “vão exigir muita atenção e esforço dos operacionais ao longo do dia”, acrescentou, sublinhando as previsões de manutenção de temperaturas elevadas.

José Ribeiro referiu que, depois de as operações terem tido como prioridade a defesa das populações – a GNR já deslocou por precaução 1.438 cidadãos -, houve um ajuste do plano estratégico e “os trabalhos do dia de hoje vão estar mais focados na supressão do próprio incêndio”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados