23 Julho, 2024

Ventura diz que CHEGA “está indisponível” para acordos com Albuquerque

O presidente do CHEGA, André Ventura, anunciou hoje que o seu partido “está indisponível” para acordos e entendimentos com Miguel Albuquerque, e defendeu que o líder do PSD/Madeira deve demitir-se com “efeitos imediatos”.

© Folha Nacional

“Quero deixar claro, olhos nos olhos, após conversa que tive há minutos com o novo líder parlamentar do CHEGA da Madeira, o Miguel Castro, que o Chega está indisponível para fazer qualquer acordo, qualquer coligação, qualquer entendimento com Miguel Albuquerque”, disse André Ventura, numa declaração aos jornalistas na sede nacional do CHEGA, em Lisboa.

Após conhecidos os resultados das legislativas na região autónoma, onde a coligação PSD/CDS falhou a maioria absoluta (24 deputados), Ventura defendeu que, em nome da “coerência em política, Miguel Albuquerque deve demitir-se das suas funções de presidente do Governo Regional e de líder do PSD/Madeira com efeitos imediatos”.

“Em política, as palavras têm de ter consequências”, defendeu, lembrando que o dirigente social-democrata disse que recusaria governar e se demitiria da liderança do PSD/Madeira caso a coligação que liderou não conseguisse maioria absoluta.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados