21 Junho, 2024

INE estima que taxa de inflação homóloga recue para 2,1% em outubro

A taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá diminuído para 2,1% em outubro, menos 1,5 pontos percentuais que em setembro, segundo a estimativa do Instituto Nacional de Estatística (INE) hoje divulgada.

© D.R.

Num comunicado, o INE considera que “o principal contributo para esta desaceleração provém do efeito de base associado aos aumentos mensais de preços registados em outubro de 2022 nos produtos alimentares (2,1%) e nos produtos energéticos (6,7%), com destaque para o gás natural (77,4%).

O indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) terá registado uma variação de 3,5% em outubro (contra 4,1% no mês precedente).

A variação do índice relativo aos produtos energéticos diminuiu para -12,0% (contra -4,1% no mês precedente) e o índice referente aos produtos alimentares não transformados terá desacelerado para 4,0% (contra 6,0% em setembro).

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português terá registado uma variação homóloga de 3,3%, contra 4,8% no mês precedente.

Os dados definitivos referentes ao IPC do mês de outubro de 2023 serão publicados no próximo dia 13 de novembro.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados