27 Fevereiro, 2024

Navio ligado a empresário israelita atacado e libertado na costa do Iémen

Um navio de bandeira liberiana, gerido por uma empresa do bilionário israelita Eyal Ofer, foi atacado ao largo da costa do Iémen e mais tarde libertado, informaram as autoridades.

© D.R.

O governo internacionalmente reconhecido do Iémen culpou os rebeldes Huthis, apoiados pelo Irão, pelo ataque, que se seguiu a pelo menos dois outros recentes ligados à guerra Israel-Hamas.

O navio que transportava ácido fosfórico não sofreu danos e a tripulação de 22 pessoas da Bulgária, Geórgia, Índia, Filipinas, Rússia, Turquia e Vietname escapou ilesa ao ataque.

“Gostaríamos de agradecer às forças da coligação que responderam rapidamente, protegendo os bens na zona e defendendo o direito marítimo internacional”, declarou a empresa sem dar detalhes sobre como os atacantes deixaram o navio.

Em comunicado, o Comando Central dos Estados Unidos informou que os atacantes foram detidos pelos militares norte-americanos que foram em auxílio da tripulação do navio.

Os militares dos EUA acrescentaram que dois mísseis foram disparados a partir de uma zona controlada pelos Huthis e que caíram a cerca de 16 quilómetros das duas embarcações norte-americanas envolvidas na operação.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados