14 Julho, 2024

Ramaswamy suspende candidatura presidencial e apoia rival Trump

O empresário de biotecnologia Vivek Ramaswamy suspendeu na segunda-feira a candidatura à indicação republicana para as presidenciais de 2024 e anunciou o apoio ao ex-Presidente Donald Trump, após um resultado dececionante nos 'caucus' do Iowa.

© Facebook de Vivek Ramaswamy

 

Ramaswamy, um novato político de 38 anos que procurou replicar a ascensão de Trump ao posicionar-se como um bombástico e rico ‘outsider’, anunciou: “A partir deste momento vamos suspender esta campanha presidencial. Não há caminho para eu ser o próximo Presidente (…). Liguei para Donald Trump para o felicitar pela vitória e para lhe dizer que a partir de agora ele terá o meu total apoio”.

Durante a campanha, o empresário provocou os oponentes, mas elogiou Trump, dizendo que é “o melhor Presidente do século XXI”. Argumentou, porém, que os republicanos deveriam optar por “pernas novas”, numa referência à idade do magnata, que completa em junho 78 anos.

A abordagem, incluindo um apelo à “revolução”, colocou Ramaswamy na lista de candidatos que se tentaram tornar numa alternativa viável a Trump.

A decisão de desistir, contudo, torna-se a mais recente confirmação de que o ex-Presidente, mesmo com 77 anos e sob múltiplas acusações criminais, ainda domina a política republicana e continua a ser o grande favorito para ganhar a nomeação do Partido Republicano pela terceira vez consecutiva.

Filho de imigrantes indianos, Ramaswamy entrou na política ao mais alto nível depois de ganhar centenas de milhões de dólares na intersecção entre fundos de cobertura e investigação farmacêutica, uma carreira que traçou e construiu enquanto se formava na Universidade de Harvard e, mais tarde, em Yale.

O empresário levou para a campanha a mesma abordagem ousada que usou para obter dinheiro dos investidores, mesmo quando os medicamentos que promovia nunca chegaram ao mercado.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados