14 Julho, 2024

Ron DeSantis sai da corrida e anuncia apoio a Trump

O governador do estado norte-americano da Florida, Ron DeSantis, suspendeu hoje a campanha para as eleições primárias republicanas, em vésperas da votação no estado de New Hampshire, e anunciou que apoia o ex-presidente Donald Trump.

© Facebook de Ron DeSantis

 

“É claro para mim que a maioria dos votantes nas primárias republicanas quer dar outra oportunidade a Donald Trump…Embora eu tenha tido divergências com Donald Trump […], ele é superior ao atual titular [do cargo de presidente dos Estados Unidos] Joe Biden. Isso é claro”, afirmou DeSantis, num vídeo partilhado na rede social X (antigo Twitter).

No vídeo, DeSantis recorda que assinou um compromisso de “apoiar o candidato republicano” e que o honrará.

“Ele [Donald Trump] tem o meu apoio, porque não podemos voltar à velha guarda republicana de antigamente, ou à forma reformulada de corporativismo requentado que [a também candidata às primárias do Partido Republicano] Nikki Hailey representa”, afirmou.

A primeira das eleições primárias republicanas está marcada para terça-feira no New Hampshire.

As primárias republicanas testarão a liderança do ex-presidente Trump num estado em que venceu por uma margem confortável nas primárias de 2016, mas que tem um eleitorado consideravelmente mais moderado do que aquele que lhe proporcionou uma grande vitória nos ‘caucus’ do Iowa a 15 de janeiro.

Um ‘caucus’ é uma reunião de pessoas com interesses ou objetivos comuns, que pode repetir-se em diversos locais nos estados onde decorrem, com os participantes a discutir assuntos partidários em que indicam a sua preferência por um candidato presidencial para representar o partido nas eleições de novembro.

Três sondagens de alta qualidade realizadas em New Hampshire após os ‘caucus’ do Iowa evidenciaram a consistência do favoritismo de Donald Trump face aos seus oponentes na corrida à indicação republicana, com Haley a posicionar-se como a principal adversária.

Duas sondagens do Boston Globe/NBC-10/Suffolk, assim como outro levantamento feito pelo St. Anselm College, mostram o ex-presidente a superar a ex-embaixadora da ONU Nikki Haley por dois dígitos, dando todas elas 50% – ou mais – dos votos a Trump.

Ainda de acordo com as três sondagens, Haley vence entre os independentes por entre 10 a 20 pontos, enquanto Trump sai vitorioso entre republicanos registados por cerca de 40 pontos.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados