26 Fevereiro, 2024

Nuno Borges eliminado nos oitavos de final do Open da Austrália

O português Nuno Borges, 69.º do ranking mundial de ténis, foi hoje eliminado nos oitavos de final do Open da Austrália pelo russo Daniil Medvedev, terceiro da hierarquia mundial, em quatro sets.

©Facebook.com/nunoborges

 

O tenista natural da Maia não conseguiu contrariar o favoritismo de Medvedev, duas vezes finalista do ‘major’ australiano, em 2021 e 2022, que venceu em três horas e sete minutos por 6-3, 7-6 (7-4), 5-7 e 6-1.

No principal estádio do torneio, a Rod Laver Arena, o russo, de 27 anos, vencedor do Open dos Estados Unidos em 2021, quebrou o serviço de Nuno Borges a meio do primeiro parcial e garantiu a vitória por 6-3.

Borges, jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis, deu mais luta no segundo set, obrigando Daniil Medvedev a ir a um ‘tie break’, que o antigo número um do mundo venceu por 7-4.

O português entrou ainda melhor no terceiro parcial, quebrando o serviço de Medvedev por três vezes, incluindo logo no jogo inicial. O russo chegou a ter duas oportunidades para fechar o encontro, mas Nuno Borges conseguiu fechar o set em 5-7.

Daniil Medvedev respondeu no quarto parcial em Melbourne Park, quebrando o serviço do português, de 26 anos, por duas vezes para concluir a partida em 6-1.

Apesar da derrota, Borges fez história ao ser o primeiro português a alcançar uma vaga nos oitavos de final do quadro de singulares do Open da Austrália, o primeiro torneio do Grand Slam da temporada.

Borges tornou-se ainda o segundo tenista português entre os 16 melhores jogadores de um ‘major’, depois João Sousa ter chegado à quarta ronda no Open dos Estados Unidos, em 2018, e em Wimbledon, em 2019.

Daniil Medvedev vai defrontar nos quartos de final do chamado ‘Happy Slam’ o vencedor do encontro entre o polaco Hubert Hurkacz, nono do ranking ATP, e o francês Arthur Cazaux, vindo da qualificação.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados