15 Abril, 2024

Milhares de pessoas desafiam autoridades e assistem a funeral de Navalny

Milhares de pessoas desafiaram hoje as autoridades russas e concentraram-se junto à igreja de Moscovo para assistir ao funeral do ativista Alexei Navalny, apesar dos avisos de que não serão permitidas manifestações ilegais.

© Facebook de Alexei Navalny

 

Uma fila gigantesca formou-se junto à igreja no sudeste da capital russa, sob forte presença policial, à medida que as pessoas continuavam a chegar, noticiou a agência francesa AFP.

A equipa de Navalny disse que o caixão com o corpo já chegou à igreja.

Muitas das pessoas bateram palmas e gritaram o nome de Navalny à chegada do caixão, segundo a televisão britânica BBC.

O porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, avisou hoje que as autoridades não permitirão manifestações não autorizadas.

“Gostaríamos de lembrar que há uma lei que deve ser respeitada: qualquer reunião não autorizada constituirá uma violação da lei”, disse Peskov.

De acordo com o Serviço Prisional Russo (FSIN), Alexei Navalny morreu em 16 de fevereiro, depois de ter sofrido um colapso súbito na colónia penal do Ártico, onde cumpria uma pena de 19 anos por extremismo.

As circunstâncias exatas da morte permanecem pouco claras e a equipa de Navalny, a sua viúva Yulia Navalnaya e muitos dirigentes ocidentais responsabilizaram o Presidente russo, Vladimir Putin.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados