15 Abril, 2024

Novo balanço do Ministério da Saúde do Hamas eleva para 30.410 total de mortos

O Ministério da Saúde do Hamas anunciou hoje, num novo balanço, a morte de 30.410 pessoas na Faixa de Gaza desde o início da guerra entre Israel e o movimento islamita palestiniano, em 07 de outubro de 2023.

©Facebook Israel Reports

 

Num comunicado, o Ministério da Saúde, controlado pelo Hamas, deu também conta de 90 mortos nas últimas 24 horas e de um total de 71.700 feridos no território palestiniano desde o início do conflito.

No ataque de 07 de outubro do movimento islamita Hamas em território junto à Faixa de Gaza foram mortas cerca de 1.200 pessoas, na sua maioria civis, mas também perto de 400 militares, segundo números oficiais israelitas.

Cerca de 240 civis e militares foram sequestrados, com Israel a indicar que mais de 100 permanecem na Faixa de Gaza, território controlado pelo Hamas desde 2007.

Em retaliação, Israel, que prometeu destruir o movimento islamita palestiniano, bombardeia desde então a Faixa de Gaza, onde, segundo o mais recente balanço do Governo local liderado pelo Hamas, já foram mortas 30.320 pessoas – na maioria mulheres, crianças e adolescentes – e feridas pelo menos 71.533, também maioritariamente civis.

Cerca de 8.000 corpos permanecem debaixo dos escombros, estimam as autoridades locais.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados