23 Maio, 2024

MAI apresenta hoje proposta de atribuição de subsídio aos elementos da PSP e GNR

A ministra da Administração Interna vai apresentar hoje aos sindicatos da PSP e associações socioprofissionais da GNR a proposta de atribuição de um subsídio aos elementos das forças de segurança.

Webpage do Governo da República

A proposta será apresentada, em reuniões separadas, às quatro associações socioprofissionais da Guarda Nacional Republicana e aos seis sindicatos da Polícia de Segurança Pública, que exigem um suplemento de missão idêntico ao que o anterior Governo socialista atribuiu à Polícia Judiciária.

Na última reunião realizada com estas estruturas, em 22 de abril, Margarida Blasco anunciou a atribuição de um subsídio aos elementos das forças de segurança, mas não esclareceu se será subsídio de risco ou suplemento de missão, nem qual o montante e os moldes em que vai ser atribuído, remetendo para a proposta que será hoje apresentada.

No final deste encontro, as associações socioprofissionais da GNR e sindicatos da PSP saíram com alguma esperança e expectativa, tendo em conta que pela primeira vez a ministra assumiu “como prioridade das prioridades” a atribuição de um suplemento de missão.

A primeira reunião de hoje acontece às 15:00 com a Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR), Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG), Associação Sócio Profissional Independente da Guarda (ASPIG), Associação Nacional Autónoma da Guarda (ANAG) e Associação Nacional de Oficiais da Guarda (ANOG).

Para as 17:00 está agendada reunião com a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia, Sindicato Independente dos Agentes de Polícia, Sindicato dos Profissionais de Polícia, Sindicato Nacional da Carreira de Chefes, Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia e Sindicato Nacional da Polícia.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados