22 Junho, 2024

Região de Donetsk concentra a frente de batalha mais difícil

O Presidente ucraniano reconheceu hoje que a frente de batalha mais difícil está concentrada na região de Donetsk, no leste do país, onde os militares estão a “fazer tudo o que é possível” para manter as posições.

© Facebook de Volodymyr Zelensky

 

“Comecei o dia com um relatório do comandante-em-chefe com detalhes de todas as regiões (…). A região de Donetsk é a mais difícil. As forças de defesa da Ucrânia estão a fazer tudo o que é possível para estabilizar e proteger as nossas posições”, adiantou Valodymyr Zelensky na rede social Telegram.

Nesta mensagem, publicada depois de se reunir com o chefe das Forças Armadas, Oleksandr Sirski, o chefe de Estado ucraniano adiantou ainda que na região de Sumy, no norte, as forças de Kiev estão a controlar a situação.

“Em relação à cidade de Rizhivka, o ocupante tentou fazer ali uma operação de propaganda. Desde esta manhã, a bandeira russa na cidade foi retirada e não há presença de ocupantes”, assegurou.

O líder da república russa da Chechénia, Ramzan Kadyrov, um leal a Vladimir Putin que enviou combatentes para a Ucrânia, garantiu no domingo no Telegram que as tropas russas tinham tomado esta cidade localizada na fronteira com a Rússia.

Segundo Kadyrov, soldados do batalhão Akhmat, “bem como soldados de outras unidades russas, realizaram operações táticas e libertaram” esta localidade, infligindo “perdas significativas” aos ucranianos, que “recuaram”.

Relativamente às regiões no sul, Zelensky indicou que a situação, em geral, não mudou e que as forças ucranianas continuam a reforçar as suas posições.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados