21 Maio, 2024

Líder norte-coreano pede às tropas prontidão para a guerra

©D.R.

O líder norte-coreano supervisionou um exercício com fogo real, a simular um ataque a um aeródromo sul-coreano, e pediu às tropas prontidão face aos “movimentos frenéticos de preparação de guerra”, foi hoje noticiado.

O exercício e as declarações de Kim Jong-un, noticiados pelos meios de comunicação social norte-coreanos, surgiram depois de uma série de exercícios militares conjuntos dos Estados Unidos e Coreia do Sul e um dia depois de os militares sul-coreanos terem detetado o disparo, por parte da Coreia do Norte, de pelo menos um míssil balístico de curto alcance em direção ao mar, a partir de um local perto da cidade costeira ocidental de Nampo.

Os Estados Unidos enviaram recentemente bombardeiros de longo alcance B-1B e B-52 para vários exercícios aéreos conjuntos com aviões de guerra sul-coreanos, com ambos os países a prepararem-se este mês para o maior exercício em recentes anos, numa resposta à ameaça do crescente arsenal nuclear de Pyongyang.

A Coreia do Norte vê estes exercícios militares como ensaios para uma invasão.

A Agência Central de Notícias Coreana oficial de Pyongyang, KCNA, disse que Kim exortou as tropas a estarem preparadas para “responder e conter esmagadoramente” a ação militar dos inimigos.

O Ministério da Unificação da Coreia do Sul exortou a Coreia do Norte a parar com os “programas nucleares e (…) e provocações militares”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados