24 Maio, 2024

Ministério Público instaurou inquérito ao Lar Peninsular do Montijo

©D.R.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje a instauração de um inquérito ao Lar Peninsular do Montijo, que foi alvo de denúncias por alegados maus-tratos e desvio de verbas dos utentes, mas que continua a funcionar normalmente.

De acordo com a PGR, o inquérito ao Lar Peninsular “corre termos no Ministério Público do Montijo, sujeito a segredo de justiça”.

O Lar Peninsular do Montijo, no distrito de Setúbal, foi alvo de duas inspeções da Segurança Social no espaço de uma semana, a primeira no dia 06 e a última na segunda-feira, mas não são ainda conhecidas as conclusões das ações inspetivas.

Em resposta a perguntas da agência Lusa, antes de ter sido concluída a inspeção realizada na segunda-feira, o Instituto da Segurança Social (ISS) referiu apenas que, caso fossem identificados indícios de práticas que pudessem configurar crime, seriam de imediato participados ao Ministério Público.

Nas últimas semanas, o Lar Peninsular do Montijo foi alvo de várias denúncias no canal de televisão SIC, por alegados maus-tratos e usurpação e desvio de dinheiro dos utentes.

O proprietário do Lar Peninsular é também proprietário do Lar Delicado Raminho, na Lourinhã, que foi encerrado a semana passada na sequência das ações de fiscalização da Segurança Social, também após denúncias por alegados maus-tratos aos utentes.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados