3 Outubro, 2023

Filmes de Mónica Lima, João Gonzalez e Ary Zara premiados no Canadá

festivalregard

O filme “Natureza Humana”, de Mónica Lima, foi distinguido com o Grande Prémio da competição oficial do 27.º Regard – Festival Internacional de Curta-Metragem de Saguenay, no Canadá, que premiou ainda “Ice Merchants” e “Um caroço de abacate”.

A organização do festival, que termina hoje naquela cidade da província canadiana do Quebec, anunciou os vencedores em várias publicações na conta oficial do certame na rede social Instagram. Entre os premiados estão os filmes portugueses “Natureza Humana”, de Mónica Lima, “Ice Merchants”, de João Gonzalez, e “Um caroço de abacate”, de Ary Zara.

“Natureza Humana” é uma curta-metragem assinada por Mónica Lima, que teve estreia mundial em janeiro deste ano no festival de Roterdão, nos Países Baixos, de onde saiu com um prémio da competição de ‘curtas’.

O filme conta com produção de Uma Pedra no Sapato e decorre no ambiente familiar de um apartamento de um casal, “numa cidade em confinamento” entre o início da primavera e o fim do verão. Nos principais papéis estão Crista Alfaiate e João Vicente.

A curta-metragem de João Gonzalez foi distinguida com o Prémio de Melhor Curta Animação da competição oficial do festival, somando assim mais um prémio aos muitos tem recebido em contexto de festivais, perto de duas dezenas, entre os quais o Annie de Melhor Curta Metragem – os prémios Annie são considerados os ‘Óscares da animação’ – e o prémio do público, na mesma categoria, do Festival Internacional de Cinema de Animação Anima, em Bruxelas.

Ainda no sábado, a ‘curta’ venceu cinco prémios no 22.º Monstra – Festival de Animação de Lisboa, incluindo Melhor Curta-Metragem, Prémio SPA | Vasco Granja e Prémio do Público.

“Ice Merchants”, que teve estreia mundial em 2022 na Semana da Crítica de Cannes, em França, onde também foi premiado, esteve nomeado este ano para o Óscar de Melhor Curta-Metragem de Animação.

O terceiro filme de João Gonzalez é sobre perda e laços familiares, entre um pai e um filho, e tem como ponto de partida a imagem de uma casa numa montanha, debruçada sobre um precipício.

“Ice Merchants”, contado sem narrador nem diálogos, apenas por imagens desenhadas e música, composta pelo próprio Gonzalez, tem coprodução da portuguesa Cola Animation, com Reino Unido e França.

Já “Um caroço de abacate”, de Ary Zara, venceu o Prémio do Público na competição oficial do 27.º Regard.

Além disso, o filme foi distinguido com duas menções especiais, uma no quadro do Prémio Short & Queer e outra no quadro do Prémio da Crítica do Quebec – AQCC.

Produzido pela Take it Easy, “Um caroço de abacate” é uma ficção que narra o encontro entre “Larissa, uma mulher trans e Cláudio, um homem cis”, numa noite de Lisboa, como refere a sinopse, sendo as interpretações de Gaya de Medeiros e Ivo Canelas.

Num curto vídeo, Ary Zara explica que o filme é “uma história muito simples, livre de violência e de morte, e a pensar em novas possibilidades para pessoas trans”.

“Escolhi este tema, porque sou uma pessoa trans e estou habituado a ver pessoas como eu no grande ecrã a serem constantemente vítimas de violência, a morrerem e a não poderem expressar felicidade e amor”, disse.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados