4 Março, 2024

Coroação de Carlos III atingiu máximo de audiência de 20 milhões

© royal.uk

A coroação dos reis Carlos III e Camila registou uma audiência média de 18,8 milhões de pessoas nas televisões do Reino Unido, com um ponto máximo de 20,4 milhões.

A coroação dos reis Carlos III e Camila registou uma audiência média de 18,8 milhões de pessoas nas televisões do Reino Unido, com um ponto máximo de 20,4 milhões, na imposição da coroa, estimou hoje o Bard.

Dados do Broadcasters’ Audience Research Board (Bard), entidade responsável pela medida das audiências televisivas no Reino Unido, divulgados hoje, um dia depois da emissão, indicam que o número de espetadores da cerimónia de sábado ficou abaixo da audiência média de 26,5 milhões de pessoas que registou no passado mês de setembro, no Reino Unido, durante o funeral de Isabel II de Inglaterra.

A coroação da anterior monarca, em 1953, é considerada um dos eventos que marcou o início da televisão, como meio de comunicação de massa no país.

O canal público BBC estima que cerca de 20 milhões de pessoas viram em direto a cerimónia há 70 anos, embora naquela época não houvesse sistemas sustentados para medir com precisão o número de espectadores. A procissão e coroação de Carlos III está entre os acontecimentos mais vistos no país nos últimos anos.

A cerimónia de inauguração dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, foi vista por uma média de 24,2 milhões de pessoas, enquanto a final do Euro 2021 atraiu uma média de 22,5 milhões.

O Broadcasters’ Audience Research Board (conselho de estudos de audiência das emissoras, em tradução livre) é comparticipado pelos diferentes canais a operar no Reino Unido, como BBC, ITV, Sky News e Channel 5, entre outros.

Carlos III herdou o trono de sua mãe, Isabel II, falecida em 08 de setembro de 2022, data em que assumiu imediatamente funções e plenos poderes para promulgar leis.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados