29 Maio, 2023

Zelensky diz que a Rússia será derrotada da mesma forma que o nazismo

© president.gov.ua

O Presidente da Ucrânia declarou hoje que a Rússia será derrotada da mesma forma que o nazismo foi vencido em 1945, no dia em que acontecem as comemorações da vitória dos aliados e o fim da Segunda Guerra Mundial.

“Todo o velho mal que a Rússia moderna está a trazer será novamente derrotado da mesma forma que o nazismo foi vencido”, afirmou Volodymyr Zelensky num discurso publicado nas suas redes sociais, prometendo ainda “libertar” os territórios ocupados por Moscovo.

“Assim como destruímos o mal juntos, agora destruiremos em conjunto um mal semelhante (…). Este mal, embora diferente hoje, tem o mesmo objetivo: escravizar ou destruir”, afirmou ainda.

“Vamos vencer!”, prometeu Volodymyr Zelensky, neste discurso gravado diante de um imponente memorial da Segunda Guerra Mundial com vista para o rio Dnieper, em Kiev.

Zelensky insistiu: “Nunca esqueceremos a contribuição do povo ucraniano para a vitória sobre o nazismo”.

“Não permitiremos que ninguém se aproprie da vitória comum das nações da coligação anti-Hitler”, declarou o Presidente ucraniano.

O dia 09 de maio tornou-se uma data central para o nacionalismo russo, que se refere à guerra contra o nazismo como a “Grande Guerra Patriótica” e destaca apenas o papel da URSS na vitória.

Zelensky acusou novamente Moscovo de colocar-se contra aos ideais democráticos e acusou os russos de “agressão e anexação, ocupação e deportação, massacre e tortura, bombardeamento de cidades e o incêndio de aldeias”.

“Não vamos perder o que ganhámos, vamos recuperar tudo o que foi capturado pelo inimigo”, assegurou ainda neste discurso de 10 minutos.

Zelensky declarou que vai enviar hoje para a Verkhovna Rada [Parlamento ucraniano] uma lei para declarar a data 08 de maio como o Dia da Vitória contra o nazismo na Ucrânia, que até agora era comemorado em 09 de maio, como a Rússia.

Desta forma, Zelensky alinha a Ucrânia com o resto dos países europeus, que comemoram a vitória dos aliados contra o nazismo em 08 de maio.

A Ucrânia diz que está a concluir os preparativos para uma grande ofensiva para recapturar os territórios ocupados pela Rússia no leste e no sul, além da Crimeia, anexada em 2014 pela Rússia.

Nos últimos dias, intensificaram-se os ataques de ‘drones’ em ambos os lados, um sinal segundo os observadores, da iminência deste ataque por parte de Kiev.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados