24 Abril, 2024

Bactéria obriga a encerrar Piscina Municipal da Constituição no Porto

© D.R.

A Piscina Municipal da Constituição, no Porto, encontra-se encerrada depois de na quinta-feira ter sido detetada uma bactéria, afirmou hoje a Câmara do Porto, esclarecendo que serão solicitadas novas análises e que o equipamento reabre em setembro.

Em resposta à agência Lusa, a Câmara do Porto adiantou hoje que foi detetada a bactéria ‘Estafilococos’ na Piscina Municipal da Constituição e que a causa foram dejetos humanos.

A bactéria foi detetada depois de realizadas análises bacteriológicas e os resultados foram comunicados à delegação de saúde, adiantou.

A autarquia acrescenta que serão, entretanto, realizadas novas análises e tratamentos à água.

A Piscina Municipal da Constituição reabre a 01 de setembro, adiantou a autarquia, esclarecendo que estava já previsto o encerramento deste equipamento durante o mês de agosto para manutenção.

A Piscina Municipal de Cartes, em Campanhã, também irá encerrar em agosto e reabrir em setembro para manutenção, mantendo-se apenas aberta e para utilização livre a Piscina Armando Pimentel, localizada na Pasteleira.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados