25 Julho, 2024

PJ deteve homem suspeito de atear fogo florestal em Barcelos

© Facebook da Polícia Judiciária

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 51 anos suspeito da atear um incêndio florestal em Durrães, Barcelos, “aparentemente movido pelo fascínio do fogo”, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a PJ refere que o incêndio ocorreu no dia 29 de julho, numa zona com “condições de propagação a mancha florestal de grandes dimensões, gerando enorme risco, potencialmente alimentado pela carga combustível ali existente e pela orografia própria da região”.

Para a PJ, o incêndio traduziu-se “em perigo concreto para as pessoas, para os seus bens patrimoniais e para o ambiente”.

O detido tem antecedentes pela prática do crime de incêndio florestal, tendo já sido condenado a pena de prisão efetiva, pelo Tribunal Judicial de Barcelos.

Vai ser presente a tribunal, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados