24 Maio, 2024

Comissão de Saúde aprova requerimento do CHEGA para ouvir Pizarro

A comissão parlamentar de Saúde aprovou hoje um requerimento do partido CHEGA para audição do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, sobre o Serviço Nacional de Saúde (SNS), disse à agência Lusa o presidente da comissão parlamentar.

Os deputados da comissão de Saúde analisaram e votaram outro requerimento apresentado pelo CHEGA para audição do ministro da Saúde “sobre o contrato celebrado para o desenvolvimento da estratégia de comunicação da Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde” que foi rejeitado pelo PS, adiantou António Maló de Abreu.

Foram igualmente rejeitados pelo PS um requerimento apresentado pelo BE para audição urgente das demissionárias do serviço de obstetrícia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), do Conselho de Administração do centro hospitalar, que engloba o Hospital Santa Maria, e do ministro da Saúde “sobre a demissão de vários médicos especialistas em obstetrícia motivada por uma degradação das condições laborais e assistenciais”.

Um requerimento do PCP para audição urgente do ministro, da Federação Nacional dos Médicos, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses e da ex-diretora do serviço de obstetrícia do Hospital de Santa Maria “sobre a saída de profissionais do Serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital de Santa Maria e as consequências para o atendimento à grávida na região de Lisboa e Vale do Tejo” também foi vetado pelo PS.

Segundo Maló de Abreu, foi ainda rejeitado pelo Partido Socialista um requerimento da Iniciativa Liberal (IL) para uma audição urgente de Manuel Pizarro “para prestar todos os esclarecimentos relativos à falta de acesso das grávidas às ecografias obstétricas no SNS, às condições contratuais das convenções para estas ecografias com o setor privado, e às medidas que estão a ser tomadas pelo Governo”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados