15 Junho, 2024

Netanyahu recusa trégua pedida por EUA sem libertação dos reféns

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, rejeitou hoje “uma trégua temporária sem a libertação dos reféns” raptados em o7 de outubro em Israel pelo grupo islamita palestiniano Hamas.

© Facebook Israel Reports

Pouco antes, o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, tinha dito que discutira com Netanyahu a possibilidade de “pausas humanitárias” na guerra entre Israel e o Hamas para proteger os civis palestinianos e aumentar a distribuição de ajuda.

Israel “recusa um cessar-fogo temporário que não inclua o regresso dos nossos reféns”, afirmou Netanyahu, citado pelas agências AFP e AP.

Netanyahu disse que Israel irá prosseguir a ofensiva militar “com toda a sua força” até que os reféns detidos pelo Hamas sejam libertados.

As autoridades israelitas disseram que o Hamas mantém 240 reféns na Faixa de Gaza desde o ataque de 07 de outubro.

O ataque do Hamas matou cerca de 1.400 pessoas, segundo Israel.

Os ataques israelita que se seguiram já provocaram mais de 9.200 mortos, de acordo com o Hamas, que controla a Faixa de Gaza desde 2007.

Israel, Estados Unidos e União Europeia classificaram o Hamas como uma organização terrorista.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados