24 Fevereiro, 2024

Empresas têm até 13 de junho para concorrer ao primeiro troço do TGV

Os interessados em concorrer à primeira parceria público-privada (PPP) da linha de alta velocidade (LAV), o troço entre Porto e Oiã, têm até 13 de junho para o fazer, segundo o concurso público hoje publicado.

D.R.

De acordo com o concurso público hoje publicado em Diário da República (DR) pela Infraestruturas de Portugal (IP), as empresas ou consórcios interessados em concorrer devem fazê-lo até às 17:00 de dia 13 de junho, e o procedimento tem um valor de 1,66 mil milhões de euros, a que se podem somar 480 milhões de euros de fundos europeus, perfazendo assim 2,14 mil milhões de euros.

O procedimento de avaliação considera o preço um fator com 70% de ponderação, e a qualidade 30%.

Dentro do fator de qualidade, a estação de Campanhã, no Porto, é um subfator com 35% de ponderação, tal como a estação de Santo Ovídio, em Vila Nova de Gaia, e a nova ponte rodoferroviária contará com os restantes 30%.

Na quinta-feira, o Conselho de Ministros aprovou a despesa inerente ao contrato de concessão do primeiro troço da LAV Porto-Lisboa, entre Campanhã (Porto) e Oiã (Oliveira do Bairro), e na sexta-feira foi lançado o concurso público para esta parceria público-privada (PPP).

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados