22 Julho, 2024

Trump recebido em euforia na CPAC. Promete acabar com a guerra na Ucrânia em menos de um dia

©Facebook.com/DonaldTrump

O ex-presidente dos Estados Unidos da América (EUA) Donald Trump disse, perante uma plateia eufórica em Washington, que tornará a “América livre novamente” caso seja reeleito. Afirmando estar “envolvido numa luta épica para resgatar” o país.

Trump foi a “estrela” da Conferência da Ação Política dos Conservadores, considerada a mais importante reunião do movimento conservador nos EUA, onde foi recebido por uma multidão apoteótica.

No seu discurso, um dos focos principais de Trump foi o atual Presidente, Joe Biden. Donald Trump classificou a administração de Biden como “a mais corrupta na história do país” e o chefe de Estado como “o maior criminoso, a quem nada acontece”.

Trump fez várias promessas caso regresse ao poder, entre elas “revogar a louca Ordem Executiva de Joe Biden de instalar czares marxistas de diversidade, equidade e inclusão em todas as agências federais” e “demitir imediatamente todos os funcionários contratados para implementar essa agenda horrível”.

O político republicano acabou ainda por admitir que existe uma rutura dentro do seu partido, lançando várias críticas a colegas da mesma formação política.

Em relação à política externa, Trump focou-se na invasão da Ucrânia pela Rússia, advogando que foi “o único Presidente norte-americano que não viu a Rússia a tomar o controlo de outro país durante o seu mandato”.

“Com Bush, eles invadiram a Geórgia. Com Obama, eles tomaram a Crimeia, com Biden eles estão a tentar levar tudo…e ele nem vai saber que eles levaram”, afirmou, arrancado gargalhadas da plateia.

O ex-chefe de Estado aproveitou para reclamar do apoio financeiro e militar que o executivo norte-americano tem dado a Kiev, repetindo que este conflito não teria acontecido se ele ainda estivesse no poder, uma vez que se “dava muito bem com Vladimir Putin”, o Presidente russo.

Ainda sobre a guerra, Trump indicou que “resolverá” o conflito em menos de um dia antes de voltar a entrar na Casa Branca.

“Antes mesmo de chegar ao Salão Oval, terei a guerra desastrosa entre a Rússia e a Ucrânia resolvida – será resolvida rapidamente. E não vai demorar mais do que um dia. Sei exatamente o que dizer a cada um deles”, disse.

Antes do seu discurso Donald Trump garantiu a jornalistas que permanecerá na corrida presidencial de 2024.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados