16 Abril, 2024

Prevenção contra as drogas foi abandonada “durante décadas” nos Açores

© Folha Nacional

O CHEGA entende que só há um caminho para combater a toxicodependência na Região Autónoma dos Açores: a prevenção.

O deputado do CHEGA nos Açores, José Pacheco, falava a propósito de um Projeto de Resolução apresentado pelo PS – “prevenção e combate às dependências estão a ficar para trás” – para explicar que perante o flagelo da toxicodependência “temos de tratar os que estão doentes e prevenir”. O fenómeno das drogas sintéticas “tem criado um grave problema a quem as consome e às famílias, porque o dinheiro tem de aparecer para esses consumos” e é necessário dar rapidamente tratamento a quem as consome.

Depois, a aposta tem de ser na prevenção. Uma prevenção que tem de ser feita através do desporto, do bem-estar social e do bem-estar familiar. “Tratar é o fim do caminho, tal como o reprimir. Mas temos de o fazer. Reprimir é cada vez mais difícil, mas temos de fazer esse esforço para tratar e apostar fortemente na prevenção”, destacou o parlamentar.

José Pacheco alertou que houve um “perfeito abandono da prevenção” durante décadas na Região. No entanto, frisou, “estou aqui, como sempre estive e estarei, para evitar que as dependências escalem ainda mais e para promover atividades que promovam a prevenção”.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados