16 Abril, 2024

Avô acusado de 780 crimes de abuso sexual contra a neta no Barreiro

©D.R.

O Ministério Público (MP) do Barreiro deduziu acusação contra um homem pela prática de 780 crimes de abuso sexual contra a neta com 9 anos, segundo uma nota publicada hoje no ‘site’ da Procuradoria-Geral da República.

itando a acusação, o Ministério Público revelou que o homem se aproveitou do facto de estar sozinho em casa com a neta para a forçar a contactos de natureza sexual, que terão começado em junho de 2019, quando a criança tinha 9 anos.

“A partir de junho de 2020, passou mesmo a manter relações sexuais com a vítima”, lê-se na nota.

Segundo o MP, os abusos ocorriam com uma frequência de três vezes por semana.

Ainda segundo a acusação, o arguido visionava e exibia à vítima vídeos com conteúdos de sexo explícito.

No decurso do inquérito, a criança prestou declarações para memória futura, pelo que o Ministério Público requer que seja dispensada de depor em julgamento, adianta a informação da Procuradoria-Geral da República.
O arguido encontra-se em prisão preventiva, estatuto que o Ministério Público requer que se mantenha.

A investigação foi dirigida pelo Ministério Público do Barreiro, no distrito de Setúbal, com a coadjuvação da Polícia Judiciária.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados