21 Fevereiro, 2024

Benfica proibido de vender ingressos para próximo jogo fora nas competições europeias

©slbenfica

O Benfica está proibido de vender ingressos para o próximo jogo fora nas competições europeias de futebol, face aos incidentes ocorridos em Itália frente ao Inter, e foi multado em 35.000 euros, informou hoje o clube ‘encarnado’.

“O Sport Lisboa e Benfica informa que foi sancionado pela UEFA com uma multa de 35.000 euros e a proibição de venda de bilhetes aos seus adeptos para o próximo jogo a ter lugar fora nas competições europeias”, escreveram as ‘águias’, em comunicado.

O líder da I Liga portuguesa refere que “a sanção em causa resulta dos incidentes verificados aquando do jogo Inter de Milão-Benfica [da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões], no passado dia 19 de abril”, que terminou com o afastamento dos ‘encarnados’ da prova.

O Benfica “vai avaliar a possibilidade de recorrer desta decisão da qual foi notificado hoje pela UEFA”.

No dia seguinte ao empate a três golos com os milaneses, o clube português escreveu uma nota ao Inter Milão com um pedido de desculpa: “O futebol que desejamos não envolve este tipo de situações, que são de total repúdio e não se coadunam com os valores e os princípios do Sport Lisboa e Benfica”.

Os adeptos do Benfica, situados no terceiro anel do Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, arremessaram tochas para a zona em que estavam adeptos do Inter, uma ação que provocou o ferimento de várias pessoas, entre as quais uma criança de oito anos.

O arremesso das tochas aconteceu na segunda parte, com cerca de seis lançadas sobre a curva sul do estádio de Milão, provocando uma debandada de pessoas, a procurar refúgio no interior das bancadas.

Antes da partida, tinham sido detidos 19 adeptos ‘encarnados’, após confrontos com a polícia, de que resultaram ferimentos em cinco agentes.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados