22 Abril, 2024

Ministério Público abre inquérito a alegado assédio de professor a menor em Aljezur

© Folha Nacional

O Ministério Público (MP) instaurou um inquérito a um caso de alegado assédio a um menor por parte de um professor na Escola Básica de Aljezur, revelou à Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Confirma-se a instauração de inquérito que teve origem em participação. O mesmo encontra-se em investigação, sujeito a segredo de justiça”, referiu a mesma fonte à agência Lusa.

Também questionada pela Lusa, fonte do Ministério da Educação indicou que o diretor da escola abriu um processo de inquérito ao caso, que está a ser acompanhado pela Inspeção-Geral de Educação e Ciência.

De acordo com informações avançadas na sexta-feira passada pelo jornal Correio da Manhã, a queixa do alegado assédio terá sido formalizada no dia 31 de março por pessoas ligadas ao estabelecimento escolar.

Segundo o matutino, na queixa foram diversos contactos físicos de natureza sexual, alegadamente praticados por um professor a um menor de 10 anos, ocorridos em contexto escolar naquela escola do distrito de Faro.

A Lusa tentou ouvir o diretor do Agrupamento de Escolas Professora Piedade Matoso, que integra os três polos educativos do concelho – Aljezur, Rogil e de Odeceixe -, mas sem sucesso.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados