24 Abril, 2024

TAP: Companhia já tem apurado montante a devolver por Alexandra Reis

©facebook.com/tapairportugal

O ministro das Infraestruturas, João Galamba, disse esta noite ter informação de que a TAP já apurou o montante a devolver pela ex-administradora Alexandra Reis e que vai proceder à recuperação desse valor.

“A devolução da indemnização está a ser tratada, há algumas dúvidas processuais […]. A informação que eu tenho é que a TAP já consolidou a sua interpretação e, portanto, já tem apurado o montante exato e que vai proceder a essa recuperação”, afirmou o ministro, na comissão de inquérito à companhia aérea, quando questionado pelo deputado Bernardo Blanco, da IL, sobre em que ponto se encontra a devolução da indemnização paga a Alexandra Reis.

Com base no relatório da auditoria da Inspeção-Geral de Finanças, João Galamba e o ministro das Finanças, Fernando Medina, anunciaram, em 06 de março, que iam pedir a destituição de grande parte dos 500.000 euros pagos pela saída da ex-administradora.

Em 03 de maio, na comissão parlamentar de inquérito, a diretora-geral do Tesouro e Finanças, Maria João Araújo, disse que cabia à TAP fazer o cálculo do valor da indemnização a devolver à empresa.

“Já respondemos à TAP que compete à empresa fazer esse cálculo”, afirmou então a responsável.

Antes, na sua audição na mesma comissão, o então presidente do Conselho de Administração da TAP, Manuel Beja, disse que a TAP estava a aguardar instruções da Direção-Geral do Tesouro e Finanças sobre o valor a devolver por Alexandra Reis.

Alexandra Reis tinha dito à comissão de inquérito que não tinha devolvido a indemnização até àquela altura, porque aguardava a indicação do valor por parte da TAP.

Na audição desta noite, João Galamba disse ainda que a principal razão para os “excelentes resultados” da TAP em 2022 foi o crescimento e recuperação significativos dos voos no país.

“Não estou a dizer que os cortes [salariais] não têm impacto nos resultados, claro que têm”, respondeu ao deputado social-democrata Paulo Rios de Oliveira.

Galamba adiantou que a TAP está muito acima dos resultados “já excelentes” do ano passado e que as indicações são de que o ano de 2023 será “muito, muito positivo”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados