22 Maio, 2024

Detidos dois homens por exercício ilegal de segurança privada em Leiria

© Facebook/PSP

Dois homens foram detidos em Leiria por serem suspeitos do exercício ilegal de segurança privada, no decurso de uma operação que levou à apreensão de 18 rádios de comunicações, anunciou hoje a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Segundo um comunicado da PSP, a operação, na qual participaram diversas entidades, “visou a fiscalização de um estabelecimento comercial do concelho de Leiria”.

Os detidos têm 40 e 41 anos, adiantou a PSP, explicando que além dos rádios de comunicações, bem como o levantamento de um auto de apreensão de rede de rádio de comunicações sem licença, foram aprendidos “618 óculos de sol no valor de 2.044 euros, por falta de declaração de conformidade”.

A PSP esclareceu que, no decurso da ação de fiscalização, foi feito o levantamento de três autos, um auto por falta de emissão de fatura e dois por falta de código QR na fatura.

Ainda segundo o comunicado, foram levantados mais sete autos, por falta de seguro de trabalho, de contrato de trabalho, de exame médico, de formação em segurança, higiene e saúde no trabalho, de afixação do mapa de férias, pela não elaboração de horário de trabalho e pela falta de registo dos tempos de trabalho.

A operação, denominada “Janus” e realizada na sexta-feira, contou com elementos da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, da Autoridade Nacional de Comunicações, da Autoridade Tributária e da Autoridade para as Condições do Trabalho.

Da PSP, a operação do Comando Distrital de Leiria, através do Núcleo de Segurança Privada e da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial, da Divisão Policial de Leiria, teve a colaboração do Departamento de Segurança Privada da Direção Nacional desta força policial.

Fonte da PSP disse à agência Lusa que esta ação decorreu num centro comercial da cidade de Leiria.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados